Duas brasileiras entre as 50 maiores do mundo

Somos e FTD figuram no Global 50. The Ranking of International Publishing in 2018.

Ranking que elenca as editoras que faturaram mais de 150 milhões de euros em 2017
Todos os anos, desde 2007, o consultor austríaco Rüdiger Wischenbart, a pedido da revista francesa Livres Hebdo, realiza o ranking das maiores editoras do mundo. O relatório, que nesse ano ganhou novo nome – Global 50 – The Ranking of International Publishing in 2018 – é co-publicado por veículos de comunicação especializado na cobertura do mercado editorial, incluindo aqui o PublishNews.

Com faturamento superior a 5 bilhões de euros, a britânica Pearson lidera o ranking, que é seguido pela RELX Group (dona da marca Elsevier),  e pela ThomsonReuters, Duas brasileiras figuram na lista: a Somos Educação (347 milhões de euros), ocupando a posição de número 32 e a FTD (165 milhões de euros), na 49ª.

Na análise de Wischenbart, as recentes transformações digitais atingiram o setor de publicação de CTP de forma mais dramática. O pesquisador recomenda ainda que as editoras educacionais (as duas brasileiras no ranking fazem parte dessa categoria) redefinam seu posicionamento, já que as vendas de livros didáticos declinam em muitos mercados, enquanto que as plataformas digitais de aprendizagem e aprendizado adaptativo estão ganhando força rapidamente.

Além da Livres Hebdo e do PublishNews, o Global 50 é co-publicado pela Bookdao (China), buchreport (Alemanha) e Publishers´ Weekly (EUA).

Fonte:Publish News 31/08/2018